Para Odir Nunes, a política é um dom

No 6º mandato para Câmara de Vereadores de Joinville, Nunes ainda sustenta o ideal de emancipação do distrito de Pirabeiraba

Camila Prochnow – prochnow.camila@gmail.com

“Sempre tive vocação para a política. Deus dá um dom a cada um de nós. Meu dom é para a política”. A pergunta tinha sido feita para entender o motivo da escolha pela política, mas já serviu de brecha para perguntar qual a relação do vereador com a religião. Ele diz ser católico. Praticante? ― pergunto. “Sim, praticante!”, responde com todo o orgulho de quem fez três anos de teologia pelo Centro Diocesano de Joinville e que agora faz um curso baseado num estudo mais aprofundado da Bíblia. Atrás de sua cadeira, numa espécie de bancada, está a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

“Tem que fazer o que gosta, eu não vivo da política”, é o que diz o vereador ao contar que não é a atividade de vereador que lhe sustenta. Odir Nunes é formado em Administração de Empresas e Geografia pela Univille. Foi professor de cursos como Filosofia, História e Economia. Tem quatro filhos, três biológicos e um adotivo de nove anos. Todos os três, com idades próximas, 19,22 e 27 anos, não se ocupam de nada que envolva a política.

Odir Nunes é casado há 26 anos. Nascido em Vidal Ramos, sul de Santa Catarina, veio para Joinville aos 17 anos para estudar. Filho de agricultores da plantação de fumo, perdeu o pai aos oito anos. Numa família de 11 filhos, todos homens, Odir é o caçula. Na sua mesa, os livros “Santa Catarina no Senado” e “Ética e Cidadania” compõem o cenário sóbrio e sem grandes sofisticações.

No rol de ações fundamentais para o 6° mandato que iniciará em 2009, Odir aponta a ampla discussão do Plano Diretor como uma das principais ações. Esta discussão ocorrerá com base em um debate das leis complementares. Segundo ele, estas leis devem considerar o crescimento de Joinville. E para que ocorra de forma sustentável é necessário a criação de um cinturão verde que abraçaria bairros como Pirabeiraba e Vila Nova.

Além disso, o vereador confirma a necessidade que a cidade cresça para a zona sul. “Só temos um distrito industrial na zona norte”, lembra, afirmando que Joinville precisa de um parque industrial também na zona sul. “Os trabalhadores precisam estar mais próximos do seu local de trabalho”, lamenta.

O vereador reside em Pirabeiraba, na região do Rio Bonito. Segundo ele, foram 12 os candidatos do bairro que tentaram eleger-se neste ano. Ele afirma que sozinho angariou 41% dos votos destinados a esses candidatos, totalizando 3014 votos. O vereador, que tem sua base eleitoral em Pirabeiraba, é defensor da emancipação do distrito. Ele conta que em 1990 criou-se uma comissão de emancipação de Pirabeiraba, mas que por alguns problemas legislativos não foi possível dar continuidade ao projeto. “Seria ótimo, pois o poder estaria mais perto das pessoas”, relata.

Odir Nunes também é radialista. Na rádio Pirabeiraba, ele atua como diretor de programação e apresentador de um programa matinal. O Balcão de Utilidades vai ao ar das 8h ao meio dia na sintonia 87,9 FM. A rádio que Odir caracteriza como comunitária por sua forte atuação social tem 93% da audiência dos moradores da região. Porém, ele acha que essa visibilidade não influencia os eleitores. “Tudo depende do programa”, argumenta o vereador alegando que a rádio o ajuda a ser conhecido na comunidade, mas não chega a decidir o voto das pessoas.

A programação musical mesclada com utilidade pública, em que a comunidade anuncia coisas que queira comprar, vender, alugar, doar, é o foco do seu programa. É esta a comunidade que Odir afirma ser muito ajudada pela rádio, uma vez que o meio de comunicação – e interação – promove eventos, festas e ainda informa a população sobre o bairro. “As pessoas estão preocupadas com o que está acontecendo a sua volta”, conta o vereador.

Ele espera que termine minhas anotações. Sempre precedida de um “sabe” direcionado a mim, sua fala é enfática: “Vou visitar todas as casas de Pirabeiraba para agradecer os votos que recebi”, conta. Odir se elegeu com 4664 votos e em Pirabeiraba foram 4264 casas visitadas. “Este número compreende 99% das casas do bairro. A idéia é visitar 100% para agradecer os votos”, explica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: